Certificado Digital A1 ou A3, qual a melhor escolha para minha empresa.

No Brasil, dois tipos são mais comuns, o Certificado A1 e A3. Cada um apresenta vantagens e desvantagens que devem ser consideradas antes de optar até mesmo pela aquisição de uma solução para emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e, NFS-e e NFC-e), em substituição ao Sefaz gratuito ou por outra razão.

Essa preocupação se deve ao fato das soluções optarem por apenas um dos formatos de certificação digital.

Independente da escolha, ambos os certificados digitais A1 ou A3 cumprem sua função principal: identificar a empresa, por meio de seu representante legal, à Receita Federal.

Certificado A1

O Certificado A1 (e-CNPJ A1) é gerado em software, que fica instalado em um computador da empresa e, geralmente, tem menor custo ao portador. Porém, sua validade é sempre de 1 ano. Ao final do prazo, é preciso renovar novamente e pagar os valores referentes.

Vantagens

  • A certificação (em software) é instalada dentro do servidor da empresa e é requisitada diretamente pelo sistema ao emitir nota fiscal eletrônica. Como é tudo automatizado, os usuários não participam do processo;
  • Pode ser instalado em mais de um computador, podendo ser exportado após a instalação;
  • Por isso, as senhas são desnecessárias para o uso diário, o que evita que elas sejam conhecidas por todos os usuários, esquecidas, perdidas ou reveladas a terceiros. A senha só é utilizada caso seja necessária a remoção do certificado de um computador para outro;
  • É possível utilizar a certificação para emissões de NF-e/NFS-e/NFC-e simultaneamente.

Desvantagens

  • O certificado só vale por 12 meses (um ano a partir da emissão);
  • É imprescindível uma cópia backup do software por segurança, pois em caso de erro ou problema com a máquina / servidor onde está instalado, o certificado poderá ser perdido. Não existe segunda via;
  • Se o certificado for instalado sem marcar a opção de exportável, não é possível realizar uma cópia do certificado previamente instalado no computador.

Certificado A3

O Certificado A3 (e-CNPJ A3) é baseado em hardware, seja em token (USB) ou cartão com leitor específico em conformidade com a legislação da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Sua principal vantagem é a mobilidade que oferece, pois é possível levar o token ou o cartão para qualquer lugar onde a emissão de NF-e/NFS-e/NFC-e seja necessária. A validade também pode ser uma vantagem, dependendo do tipo de mídia, com duração de um até cinco anos.

Vantagens

  • Por ser gerado em token ou cartão, o certificado pode ser levado e instalado em qualquer computador;
  • Dependendo do tipo de mídia, a validade do certificado pode chegar a até 5 anos, como no caso do Certificado Digital armazenado em nuvem.

Desvantagens

  • É necessário usar senha do certificado em cada uso. Assim, todos os usuários precisam conhecê-la;
  • Risco de extravio, roubo ou dano do cartão ou token, que podem invalidar seu uso;
  • Só pode ser utilizado em um computador por vez.

Ou seja: as necessidades de médias e grandes empresas, com um grande volume de emissões simultâneas, só pode ser atendida pelo Certificado A1, já que o Certificado A3 só pode ser utilizado em um computador por vez.

Por isso, muitos emissores de nota fiscal só aceitam Certificação A1. E esse é um padrão de quase todos os softwares de emissão de NF-e.

Após esse breve esclarecimento basta agora você adquirir o seu https://certificadodigital.compucenter.net.br/

mais de 15000 clientes utilizam os nossas soluções

Conheça alguns de nossos clientes